Últimas notícias de economia, política, carros, emprego, educação, ciência, saúde, cultura do Brasil e do mundo. Vídeos dos telejornais da TV Globo e da GloboNews.
VÍDEOS: EPTV2 Ribeirão Preto de segunda-feira, 1º de junho de 2020

Reveja as reportagens do telejornal com os destaques da região. Reveja as reportagens do telejornal com os destaques da região.
Mon, 01 Jun 2020 23:04:13 -0000
Governo do RJ perde mais um secretário e principal aliado de Wilson Witzel sai de férias
Jorge Gonçalves da Silva, secretário de Trabalho e Renda, deixou o governo nesta segunda-feira (28) após partido Republicanos deixar a base aliada do governo. Lucas Tristão saiu de férias por 20 dias. Wilson Witzel perde mais um secretário e principal aliado do governador sai de férias O governador Wilson Witzel perdeu o quinto secretário em uma semana. Jorge Gonçalves da Silva, secretário de Trabalho e Renda, deixou o governo nesta segunda-feira (28). A pasta foi criada para abrigar o partido Republicanos, do prefeito Marcelo Crivella. Depois das denúncias de corrupção na Saúde, o partido decidiu deixar a base aliada do governo. Secretário de Polícia Civil pede para sair do governo do Rio de Janeiro Witzel troca secretários da Casa Civil e de Fazenda do RJ Justiça suspende nomeação de Edmar Santos como secretário extraordinário no Governo do RJ Em meio às confusões e saídas, Lucas Tristão, o secretário mais forte do governo Witzel, saiu de férias por 20 dias. Ele indicou o novo secretário da Casa Civil e da Fazenda e tem uma relação antiga com o governador. Tristão foi aluno de Witzel. O secretário foi um dos alvos da operação que levou à prisão o empresário Mário Peixoto. Initial plugin text
Mon, 01 Jun 2020 23:04:05 -0000
Circulação de veículos cai até 82% durante feriadão antecipado em Campina Grande, diz STTP

Na véspera do feriadão, 97 mil carros circularam pela cidade. No domingo, número caiu para 20 mil, segundo o superintendente. Terminal de Integração de Campina Grande fechado durante feriadão antecipado Artur Lira/TV Paraíba O fluxo de veículos na cidade de Campina Grande apresentou queda de até 82%, em algumas áreas, entre o sábado (30) e esta segunda-feira (1º), por causa do feriadão antecipado como medida preventiva à disseminação do novo coronavírus (Covid-19) no município. Veja o que abre e o que fecha durante feriadão antecipado de Campina Grande De acordo com um levantamento feito pela Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos da cidade (STTP), a redução na área central do município desde o início do feriadão foi de 82%. Nas outras áreas da cidade, a queda ultrapassou os 60%. O parâmetro utilizado pelo órgão toma como base o acompanhamento online das informações prestadas pelo sistema de radares eletrônicos e de câmeras na cidade. Na véspera do feriado, o município teve um crescimento acelerado no número de veículos circulando na cidade, chegando a 97 mil no horário de pico. Ruas de Campina Grande ficam vazias no primeiro dia de feriadão Segundo o superintendente Félix Neto, no sábado, primeiro dia do feriadão, a média caiu para 34 mil e, no domingo (31), pouco mais de 20 mil carros circularam nas ruas de Campina Grande. O decreto publicado pela prefeitura antecipou os feriados dos dias 11 de junho (Corpus Christi), 24 de junho (São João) e 5 de agosto (aniversário da Paraíba) para esta segunda, terça (2) e quarta-feira (3). A decisão de antecipar os feriados tem o objetivo de aumentar o isolamento social na cidade. Com isso, as atividades no município ficam paralisadas por cinco dias, podendo funcionar, apenas, as atividades essenciais.
Mon, 01 Jun 2020 23:03:40 -0000
Casos de Covid-19 no Amazonas sobem para 41.774

Foram 19 óbitos pela doença nas últimas 24 horas; total de óbitos é de 2.071. Equipe de saúde monitora pacientes com Covid-19 internados na UTI do hospital Gilberto Novaes, em Manaus, no dia 20 de maio. Michael Dantas/AFP O Amazonas diagnosticou 396 casos do novo coronavírus nesta segunda-feira (1/6). Com isso, o total de casos da doença é de 41.774 no estado, segundo boletim epidemiológico divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM). De acordo com o boletim divulgado, foram confirmados mais 19 óbitos pela doença nas 24 horas, elevando para 2.071 o total de mortes. Na capital, foram registrados 45 sepultamentos, nove óbitos domiciliares e uma cremação. O boletim aponta que 5.783 pessoas com diagnóstico de Covid-19 estão em isolamento social ou domiciliar. Outras 33.443 pessoas se recuperaram da doença. Entre os casos confirmados de Covid-19 no Amazonas, há 477 pacientes internados e 183 em UTI. Há ainda outros 448 pacientes internados considerados suspeitos e que aguardam a confirmação do diagnóstico. Desses, 309 estão em leitos clínicos e 139 estão em UTI. De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (Susam) neste domingo (315), a taxa de ocupação de leitos de UTI Covid era 69% e a taxa de UTI não-Covid era de 60%. Municípios Dos 41.774 casos confirmados no Amazonas até esta segunda-feira (01/06), 18.367 são de Manaus (43,97%) e 23.085 do interior do estado (56,03%). Além da capital, 59 municípios têm casos confirmados: Manacapuru (2.400); Coari (2.009); Tefé (1.837); São Gabriel da Cachoeira (1.819); Parintins (1.318), Tabatinga (902); Benjamin Constant (833); Itacoatiara (817); Santo Antônio do Içá (714); Maués (691); Careiro Castanho (677); Iranduba (656); Autazes (560); Rio Preto da Eva (526); Barcelos (469); Presidente Figueiredo (454); São Paulo de Olivença (433); Boca do Acre (407); Tapauá (382); Anori (360); Itapiranga (345); Amaturá (309); Barreirinha (299); Tonantins (268); Fonte Boa (264); Beruri (257); Alvarães (254); Borba (246); Carauari (243); Urucará (213); Novo Aripuanã (187), Anamã (187), Eirunepé (158), Novo Airão (143), Urucurituba (139), Silves (132), Manaquiri (130), Uarini (130), Jutaí (119), Japurá (114), Nova Olinda do Norte (110); São Sebastião do Uatumã (95); Maraã (91); Caapiranga (85); Humaitá (69), Boa Vista do Ramos (69), Manicoré (60), Nhamundá (56), Codajás (56), Careiro da Várzea (51), Lábrea (51), Guajará (42), Juruá (41), Santa Isabel do Rio Negro (39), Canutama (29), Apuí (27), Atalaia do Norte (16), Pauini (15) e Itamarati (4). Envira e Ipixuna são os únicos municípios do Amazonas sem casos confirmados de Covid-19. As duas cidades registraram apenas casos notificados, que são os casos suspeitos para a doença. São 11 casos notificados em Envira e 17 em Ipixuna. Mortes Entre pacientes em Manaus, há o registro de 1.371 óbitos confirmados em decorrência do novo coronavírus. Ao todo, 50 municípios do interior com óbitos confirmados até o momento, em um total de 700. A lista inclui Manacapuru (93); Parintins (58); Tabatinga (57); Tefé (56); Coari (55); Itacoatiara (45); Maués (29); Iranduba (23); Benjamin Constant (23); Autazes (22); São Gabriel da Cachoeira (21); Presidente Figueiredo (16); Barcelos (16); Santo Antônio do Içá (14); Careiro Castanho (13); Borba (13); Tonantins (12); São Paulo de Olivença (11); Rio Preto da Eva (11); Jutaí (10); Fonte Boa (9); Alvarães (9); Nova Olinda do Norte (8); Amaturá (8); Boca do Acre (6); Novo Aripuanã (6); Manaquiri (6); Beruri (5); Novo Airão (5); Itapiranga (4); Silves (4); Anori (4); Tapauá (3); Barreirinha (3); Carauari (2); Urucará (2); Urucurituba (2); Caapiranga (2); Boa Vista do Ramos (2); Manicoré (2); Nhamundá (2); Maraã (1); São Sebastião do Uatumã (1); Careiro da Várzea (1); Codajás (1); Humaitá (1); Guajará (1); Santa Isabel do Rio Negro (1); e Atalaia do Norte (1).
Mon, 01 Jun 2020 23:02:16 -0000
Prefeitura de Capão Bonito avança decreto estadual e libera bares e restaurantes

Em Boituva (SP), decreto possui apenas limite para fechamento de estabelecimentos. A Prefeitura de Capão Bonito (SP) anunciou nesta segunda-feira (1º) as medidas para abertura de estabelecimentos comerciais. Mesmo estando na fase 2 do plano de reabertura econômica anunciado pelo governo estadual, o decreto municipal também prevê a abertura de bares, restaurantes, lanchonetes, pizzarias e similares. Confira AO VIVO as últimas notícias sobre o coronavírus na região Cidades da região de Itapetininga anunciam flexibilização de atividades Os comércios em geral não podem ultrapassar 20% da capacidade e o horário de atendimento ao público não pode passar das 23h. Igrejas também foram liberadas para funcionar com 30% da capacidade e em horários reduzidos. De acordo a prefeitura, os estabelecimentos devem manter ainda o distanciamento entre as pessoas e não autorizar permanência de pessoas do grupo de risco nos locais. Todos os setores ainda devem seguir as regras sanitárias de higienização. Plano do governo de São Paulo para flexibilização da quarentena no estado Governo de SP/Divulgação Boituva Em Boituva (SP), o decreto estabelece apenas o limite do horário para fechamento dos locais. O documento determina que imobiliárias, concessionárias, escritórios, comércio, shopping center e galerias funcionem com 20% da capacidade total. O horário limite de funcionamento, é de segunda a sexta-feira até as 17h e aos sábados até as 14h. Nos shoppins, galerias e estabelecimentos congêneres fica proibido o funcionamento das praças de alimentação. Igrejas e templos religiosos também podem funcionar seguindo regras sanitárias e controle de pessoas, com capacidade de até 40%. Quem descumprir pode ser notificado, multado, ter o alvará cassado e até lacração e fechamento do estabelecimento. À TV TEM, o Governo do Estado informou que os decretos e ações dos municípios precisam observar a classificação dada pelo Plano São Paulo, que foi baseada no panorama de evolução da doença e na capacidade de atendimento da saúde pública nas regiões. O não cumprimento autoriza o estado e o Ministério Público a entrarem com ações para suspensão destes decretos. Em caso de comprovação de ato que comprometa o controle da doença, a autoridade municipal pode sofrer ações por improbidade administrativa. Segundo a assessoria de imprensa do Ministério Público, apenas em Boituva, o promotor Tiago Fernando de Sousa Campos, abriu um procedimento administrativo para acompanhar a execução de políticas públicas destinadas à prevenção, orientação e execução de medidas para enfrentamento do coronavírus. O promotor pediu informações para a prefeitura sobre eventuais providências que seriam tomadas relacionadas à flexibilização do isolamento social e retomada de atividades econômicas em fases escalonadas. A prefeitura respondeu ao MP nesta segunda-feira e o promotor analisa o caso. Initial plugin text Veja mais notícias no G1 Itapetininga e Região
Mon, 01 Jun 2020 23:02:11 -0000
Shopping de Piracicaba reabre com medição de temperatura e reduções de horário e lotação

Maioria das lojas voltou a funcionar e funcionários voltaram ao trabalho, mas o movimento foi abaixo da média registrada antes da pandemia. Coronavírus: após decretos, shoppings da região de Campinas abrem com restrições Com horário reduzido, medição de temperatura e adesivos alertando para o distanciamento entre as pessoas, entre outras medidas de prevenção, o shopping de Piracicaba (SP) reabriu hoje, depois de mais de dois meses fechados, devido à pandemia do novo coronavírus. A maioria das lojas voltou a funcionar e funcionários voltaram ao trabalho, mas o movimento foi abaixo da média registrada antes da pandemia e causou diferentes sensações nos clientes. "Medo, tristeza, muita tristeza, que só temos esse shopping aqui, e ver como está é muito triste", lamenta a gastrônoma Marisa Jardim. Na reabertura, movimento em shopping de Piracicaba foi abaixo da média registrada antes da pandemia Toni Mendes/ EPTV "Eu me sinto segura porque a gente está se preparando para este momento de volta e o mercado precisa ter esse retorno financeiro, principalmente prestigiar o mercado local", afirma a professora de ioga Karen Moreira. A abertura com horário reduzido, das 12h às 20h, de segunda a sábado, e limite de lotação de 20% da capacidade, acontece depois da flexibilização da quarentena prevista no Plano São Paulo, do governo do estado. A partir dele, a Prefeitura de Piracicaba publicou um decreto autorizando a reabertura. Recorde de casos Nesta segunda-feira, dia da reabertura, a cidade bateu recorde de novos casos do novo coronavírus em 24 horas, com 76 confirmações. Ao todo, Piracicaba tem 640 casos e 29 mortes causadas pela doença. Para tentar minimizar os riscos, há aferição de temperatura corporal em todas as entradas. “A gente não vai ter mais que 20% da capacidade de clientes pelo shopping, a gente fecha o shopping e a pessoa espera do lado de fora até uma pessoa sair para outra poder entrar. E todas lojas precisam disponibilizar álcool em gel e os funcionários devem estar de máscaras 100% do tempo”, detalha a gerente de marketing do shopping, Sara Elydio. Aferição de temperatura corporal em uma das entradas do shopping de Piracicaba Toni Mendes/ EPTV A praça de alimentação só está funcionando com pedidos pra viagem, as cadeiras foram retiradas e todas as mesas interditadas. Na escada rolante, os adesivos no chão mostram que é necessário manter distância. No elevador também. É proibido entrar sem máscara e nesta segunda-feira essa regra foi cumprida por todos os clientes e funcionários. Initial plugin text Veja mais notícias da região no G1 Piracicaba
Mon, 01 Jun 2020 23:02:01 -0000
'Tire o HC da Unicamp da UTI': campanha quer arrecadar R$ 10 milhões para combate à Covid

Objetivo é desafogar o caixa do hospital para sustentar suas atividades nos próximos meses. Doações podem ser feitas pela internet ou pelo telefone. Covid-19: Hospital de Clínicas da Unicamp lança campanha para arrecadar R$ 10 milhões O Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp, em Campinas (SP), lançou nesta segunda-feira (1º) a campanha "Tire o HC Unicamp da UTI", que tem como objetivo arrecadar R$ 10 milhões para o combate à pandemia do novo coronavírus na unidade. Segundo o hospital, o objetivo é desafogar o caixa para sustentar as atividades nos próximos meses. Os interessados em colaborar com a campanha podem realizar doações pelo site da iniciativa ou pela Central de Doações do HC, no telefone (19) 99834-8160. Unicamp vai testar eficácia da transfusão de plasma no tratamento da Covid-19 Pacientes no HC relatam espera por aparelho para cirurgia cardíaca Organizada por uma equipe de voluntários, a campanha surge em meio a um cenário onde o hospital, que é referência para o atendimento de casos da Covid-19 na região, enfrenta a ocupação máxima do setor de UTI para pacientes com a doença e a falta de recursos financeiros para manter os leitos e o alto consumo de materiais. "O Amigos do HC era uma associação que a gente estava tentando montar antes pra fazer toda essa parte de captação [...] desde março ele já existe, já está atuante e agora foi lançada essa campanha de incentivo maior ainda", conta Antônio Gonçalves de Oliveira Filho, superintendente do HC. Objetivo da campanha 'Tire o HC Unicamp da UTI' é desafogar o caixa do hospital Reprodução/EPTV Enfermeira da unidade de emergência, Ludimila Melo afirma que, com a possibilidade de escassez de produtos essenciais, os funcionários da unidade de saúde têm convivido com uma sensação de insegurança. "Justamente por estar em um hospital quaternário com muitos recursos, a gente está acostumado a atender o paciente da melhor forma possível e a possibilidade da falta do recurso angustia, gera estresse, sobrecarga de trabalho", desabafa. Segurança como prioridade Ainda de acordo com o HC, já foram gastos R$ 6 milhões oriundos de doações na compra de equipamentos de proteção individual (EPIs) como máscaras, luvas, gorros e aventais. O consumo médio desses materiais gira em torno de 4,6 mil aventais descartáveis, 4,4 mil máscaras e 5,5 mil pares de luvas por dia. "Se a gente correr o risco de ficar sem esse material, a gente não sabe como vamos continuar com o atendimento com segurança. A segurança é o principal. Nós temos que ter segurança para as equipes e segurança para os pacientes", afirma Manoel Bertolo, diretor da área da saúde da Unicamp. Manoel Bertolo, diretor da área da saúde da Unicamp, teme falta de equipamentos: 'segurança é o principal' Reprodução/EPTV Coronavírus, Sars-Cov-2, lockdown: entenda os principais termos da pandemia Entenda algumas das expressões mais usadas na pandemia do covid-19 Initial plugin text Veja mais notícias da região no G1 Campinas
Mon, 01 Jun 2020 23:01:44 -0000
VÍDEOS: JL2 desta segunda, 1º de abril de 2020

Confira o telejornal. Confira o telejornal.
Mon, 01 Jun 2020 23:01:39 -0000
Vinte funcionários da Assembleia Legislativa da Bahia testam positivo para Covid-19, afirma Alba

Cinquenta e quatro funcionários aguardam resultado do teste. Por causa da situação, a partir de terça-feira (2), sede do órgão ficará totalmente fechada por sete dias. Vinte funcionários da Alba são diagnosticados com Covid-19; um deles morreu com a doença Vinte funcionários da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), que fica no Centro Administrativo (CAB), em Salvador, foram detectados com Covid-19. A informação foi divulgada pela presidência do órgão, nesta segunda-feira (1º). No dia 23 de maio, a morte de um servidor já tinha sido registrada. Cinquenta e quatro funcionários aguardam resultado do teste para Covid-19. Por causa da situação, a partir de terça-feira (2), a sede do órgão ficará totalmente fechada por sete dias. Desde que a pandemia do coronavírus começou, os deputados já não iam pessoalmente à Assembleia e faziam sessões remotas pela internet. No entanto, os funcionários dos setores de limpeza, de segurança e financeiro continuavam realizando trabalhos internos na Alba. Os deputados estaduais tinham previsto uma votação da Lei de Direitos Orçamentários (LDO), que prevê quanto o estado vai gastar em 2021. Logo em seguida, eles entrariam em recesso no mês de julho. Em uma reunião virtual realizada nesta segunda, os políticos decidiram suspender este recesso. Veja mais notícias do estado no G1 Bahia. Assembleia Legislativa da Bahia Alan Oliveira/ G1 Initial plugin text
Mon, 01 Jun 2020 23:01:15 -0000
Grupo vai até a casa do prefeito de Teresina e pede abertura do comércio com buzinaço: 'atitude vil e covarde'

No início da noite desta segunda-feira (1), um grupo de pessoas em carros ocupou a rua diante da casa do prefeito Firmino Filho (PSDB). Em suas redes sociais, o gestor lamentou a postura. Manifestantes fazem buzinaço em frente a casa do Prefeito Firmino Filho Um grupo de pessoas dividas em carros foi até a casa do prefeito de Teresina, Firmino Filho, pedir a reabertura do comércio com um buzinaço. Os manifestantes ocuparam a rua, tocaram o hino nacional e, em vídeo que circula nas redes sociais, alguns deles proferiram insultos ao gestor, que lamentou a postura e afirmou os responsáveis vão responder judicialmente por seus atos. Veja serviços afetados pelo coronavírus no Piauí O que fazer e para onde ir em caso de aparecimento dos sintomas Acompanhe a evolução da curva epidêmica no estado As imagens mostram pelo menos oito veículos buzinando simultaneamente diante da residência do prefeito. No vídeo um homem afirma "Não vamos te deixar em paz não até você abrir o comércio". "Firmino, você tem que abrir o comércio", diz o homem. Grupo vai até a casa do prefeito de Teresina e pede abertura do comércio com buzinaço Reprodução Nas redes sociais, Firmino Filho lamentou o ocorrido. "Nesses quase 30 anos de vida pública, já enfrentei muitos adversários. Mas nunca, nunca, nenhum chegou ao ponto de agredir meu lar e minha família como acabou de acontecer em frente a minha casa", desabafou. "Protestos, críticas e divergências fazem parte da vida pública das pessoas, mas nada justifica esse tipo de atitude vil e covarde, especialmente em momentos como esse, em que quase 100 teresinenses e 30 mil brasileiros perderam suas vidas pra COVID-19", disse o prefeito de Teresina. O gestor afirmou que os responsáveis pela foram identificados e terão que responder na justiça. "Aos teresinenses, fortaleço ainda mais minha missão de lutar por cada vida nessa cidade. Vamos vencer juntos. E com honra", declarou Firmino Filho. Decretos determinam distanciamento social Para evitar a contaminação pelo vírus, o isolamento social e medidas emergenciais foram determinadas por meio de decretos do governo do estado e das prefeituras, como na capital piauiense, para que a população fique em casa e evite ao máximo ir às ruas. Aulas em escolas e universidades, a maioria das atividades comerciais, esportivas e de serviços em geral estão suspensas por tempo indeterminado. Serviços essenciais como farmácias, postos de combustíveis e supermercados continuam mantidos mas estão regulamentados. O atendimento em clínicas, hospitais e laboratórios, assim como o funcionamento de escritórios de advocacia e contábeis também foram liberados mediante cumprimento de regras. O uso de máscaras em locais públicos tornou-se obrigatório em todo o estado. Policiais fazem abordagens nas fronteiras do estado a ônibus e veículos particulares. Os decretos preveem que quem descumprir as regras pode ser penalizado com multa ou até prisão. Prevenção, contágio e sintomas Lavar bem as mãos é a maneira mais eficaz de evitar o contágio Getty Images via BBC Lavar as mãos de forma correta (veja vídeo), uso de álcool em gel, sempre usar máscaras, evitar contato pessoal e aglomerações de pessoas são algumas das orientações para evitar o contágio da doença. Entenda algumas das expressões mais usadas na pandemia da covid-19 É importante também ficar atento quanto aos principais sintomas (tosse seca, congestão nasal, dores no corpo, diarreia, inflamação na garganta e, nos casos mais graves, febre acima de 37° C e dificuldade para respirar). Um guia ilustrado preparado pelo G1 ajuda a tirar dúvidas. Initial plugin text
Mon, 01 Jun 2020 23:00:51 -0000

This page was created in: 0.32 seconds

Copyright 2020 Oscar WiFi

Ce site utilise des cookies de profilage, y compris de tiers, dans le but de vous fournir des services et des publicités correspondant à vos préférences. Si vous fermez cette bannière ou si vous poursuivez votre navigation en cliquant sur un élément de la page, vous en acceptez l'utilisation. Pour de plus amples informations sur comment modifier votre consentement et les paramètres des navigateurs pour refuser l'utilisation des cookies, nous vous invitons à consulter notre Politique des cookies